Tinha 22 anos quando descobri o Reiki. Na altura, tinha constantemente crises de vómito e, após vários exames sem que fosse detectada a causa do problema, os médicos decidiram que o melhor seria tomar medicação diária para prevenção.

Um dia, tive uma das crises no trabalho. Uma das minhas colegas que se encontrava perto, colocou as mãos na minha cabeça e assim ficou por uns 10 minutos. Não sabia o que ela estava a fazer, mas de alguma forma senti-me bem e a pressão no estômago aliviou. De uma forma natural virou-se para mim e disse-me que se tratava de um problema a nível do plexo solar. Não fazia a menor ideia do que a minha colega estava a falar mas, curiosa como sou, fui pesquisas sobre o assunto e fiquei a saber o que são chacras, energia, campo áurico. Foi desta forma, que entrei no mundo do Reiki.

Penso que a melhor forma a compreender do que se trata o Reiki, seja ir mesmo ao inicio da questão e perceber o que é energia e o conceito de que tudo é energia. Segundo Albert Einstein, cientista do século XX, toda a matéria é feita de energia, isto é, tudo no universo é composto de várias manifestações de uma mesma coisa, a energia.

O nosso corpo físico é matéria, ou seja, energia. O nosso planeta é composto de energia condensada, assim como a natureza e todas as coisas que o Homem criou. Há energia em todo o lado, aqui e para lá do planeta Terra.

Sendo energia, cada ser vivo possui um campo magnético que o protege e o diferencia de outras espécies. Esse campo é conhecido por aura. Na aura existem diversas fendas que permitem trocas energéticas com o ambiente, com outras pessoas e outros seres e com a natureza. Essas fissuras na aura são designadas por chacras. Os sacras são centros de energia, em forma de círculo, situados na linha do meio do corpo que, vibram constantemente. Há sete chacras principais, como a seguinte imagem nos mostra e cada um é representado por uma cor diferente.

chakra

Todos os seres vivos precisam de energia vital para se manterem vivos. Todos nós somos compostos por células que são nutridas por energia vital e que, precisam de receber e largar energia constantemente. É destas trocas que nós nascemos, crescemos e evoluímos até que um dia as trocas energéticas se esgotam e o nosso corpo físico morre juntamente com as suas células. Tudo isto acontece, graças aos chacras – os principais responsáveis pelo fluxo energético. Para cada célula viva, existe um chacra em movimento constante.

A quem quiser saber mais sobre cada chacra, aconselho a leitura do artigo “Chacras Principais dos Seres Vivos”. No próximo artigo falar-vos-ei dos benefícios do Reiki e de como me tornei mestre.