Entre os dias 3 e 6 de Agosto, a vila de Monte Redondo (concelho de Leiria) recebe a 4ª edição do Museum Festum – um eco festival cultural que pretende abrir portas à museologia sustentável, à diversidade cultural, à cidadania ativa e à ecologia. Durante quatro dias, o Museu Casal do Monte Redondo, transformar-se-á num espaço participativo de comunhão e partilha artística e de divulgação e consciencialização cultural e ecológica.

Um dos 18 selecionados do Progama Sê-lo Verde, lançado pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente que apoia medidas ecológicas nos festivais de Verão, o Museum Festum em paralelo com alguns festivais de grande dimensão, tais como o NOS Alive e o Paredes de Coura propõe-se a uma série de sugestões ecológicas que se traduzem na redução real da pegada ecológica, na sensibilização ambiental segundo os princípios da educação de Waldorf e de Montessori, no apoio à criação artística e cultural e na promoção de micro-economias locais. Para os organizadores, estas três dimensões da ecologia são essenciais para o desenvolvimento integral do ser humano e, por conseguinte, para o desenvolvimento e sustentabilidade local.

Museum Festum

 

Fotografias de Carolina Sepúlveda

O Museum Festum é um projeto organizado pela comunidade, instituições e empresas locais que se juntam com o intuito de dinamizar o Museu do Casal de Monte Redondo, tornando a vila num espaço aberto à cultura e artes e promovendo, desta forma, uma partilha e um diálogo cultural intergeracional.

Uma das máximas do festival centra-se na ideia de que a cultura é para todos. Neste sentido, o Museum Festum apresenta-se com um itinerário que promove a inclusão cultural e tem como fim a sensibilização da comunidade e das entidades envolvidas para as seguintes questões: comunidade e cidadania; ambiente e sustentabilidade; participação e inclusão cultural e arte pública.

Espaço de encontros e reencontros, de amizade, de cooperação e de dinamismo humano e social, o Museum Festum é uma comunidade aberta a todos.

Programação (em actualização)

Evento ligado à ecologia ambiental, humana e cultura, a IV edição conta com um mercado vivo que se prontifica a apoiar e promover o comércio local. A criação individual e independente surge de uma arte do saber fazer. Respeitando este princípio, o Museum Festum acredita que o mercado vivo é uma excelente oportunidade para compreender a origem de novas dinâmicas sociais e, por conseguinte, incentivar micro-economias ligadas a projetos artísticos, educativos e sociais.

Pondo em evidência a necessidade de novos caminhos para reflexão e acção humana, relativos ao envolvimento de todos e respeitando o princípio de heterogeneidade da comunidade, o Museum Festum convida o ATL da União de Freguesia de Monte Redondo e Carreia, o Lar da Nossa Senhora da Piedade de Monte Redondo e a Cercilei para na próxima sexta-feira, dia 4 de Agosto participarem no Festival através de várias atividades conjuntas.

Residências artísticas são outro exemplo dos acontecimentos que marcarão este festival. Os artistas serão desafiados a criarem no momento, sendo apresentadas as suas instalações. Pela sua essência pedagógica e de modo a fomentar a partilha de conhecimento entre participantes e visitantes, o Museum Festum conta também com algumas conversas.

“Durante uma semana os participantes irão experimentar, projectar e criar objectos, espaços e ambientes para este festival comunitário e ecológico. O local reúne todas as condições para uma boa dinâmica entre os participantes e a própria envolvente, onde irão acampar e viver durante os quatro dias.”

Este acampamento criativo que coloca a filosofia do Do It Yourself  (faz tu mesmo) em prática surge do projeto Exploratory Camp, que unindo a VICARA ao Museum Festum, pretende promover as artes populares da terra, da construção e da criação sustentável.

No recinto, serão várias as construções ecológicas que os visitantes poderão contemplar, tais como uma casa na árvore multifuncional (o pórtico da entrada é feito com canas e com uma técnica de tecelagem ancestral) e tantas outras instalações que se erguem com o intuito de despertar e inspirar os visitantes a adoptarem novos hábitos e a caminhar para um lifestyle mais consciente e respeitador da natureza.

A entrada para o festival tem um valor de 2,5 € por dia e 5 € passe geral (4 dias).

Vem viver a Natureza connosco!


Algumas direcções para o seu conforto:


Museum Festum

Rua da Bajouca, nº17

2425 – 617 Monte Redondo

museucasalmr.wixsite.com/museumfestum

www.facebook.com/museumfestum.mr

festum.prod@gmail.com | museu.casal.mr@gmail.com


Para ler este texto em inglês clique aqui.

Click here to read this post in English.