Com o iminente chegar de uma nova estação – e, oh, como é bonito o Outono – quem é que resiste à tentação de renovar o roupeiro com o buzz gerado pelas deslumbrantes semanas da moda e, claro, pela chamada às compras na Vogue’s Fashion Night Out no dia 15 de Setembro?

A MONTRA / THE WINDOW é a favor da mudança, mas sempre para melhor. Enquanto consumidores detemos o poder e a oportunidade de definir o mundo no qual queremos viver e cada compra que fazemos equivale a um voto nessa matéria.

Somos pelo consumo sem desperdício,  pelos consumidores eticamente conscientes e pelas marcas sustentáveis e de comércio justo. Por isso,  aqui fica a nossa proposta de itinerário para a noite mais fashion do ano, em Lisboa, incluindo dicas sobre como ir às de compras sem deixar a ética e a sustentabilidade em casa.

vfno_mw_post

Roteiro para uma #VFNO2016 mais ética e sustentável by MW

 1 – Entre Tanto Indoor Market
Rua da Escola Politécnica, 42

Esta galeria comercial oferece “ideias trendy, espontâneas e convenientes” e acolhe quase 20 lojistas independentes. Se nunca tiveram oportunidade de visitar este espaço prometemos que não será tempo perdido, nem que seja pela oportunidade de conhecer o Palácio Castilho, um edifício do século XVII que é um exemplo clássico da arquitetura residencial pombalina. E é permitida a entrada a animais! Aqui ficam as marcas mais éticas pelas quais devem procurar durante a visita ao Entre Tanto:

By Stró 

Esta lindíssima marca é apologista do conceito de manufatura artesanal, em pequena escala e com o mínimo de desperdício possível. O processo de produção de cada peça tem em conta os seus impactos ambiental e social ao mínimo detalhe, com a By Stró a não perder nenhuma oportunidade de apoiar as comunidades locais e as pequenas indústrias domésticas. Todos os têxteis provêm de comércio justo, sendo que a lã e o burel – um tecido tradicional português – são provenientes de ovelhas felizes na Serra da Estrela. Uma fonte de produtos de moda e decoração sustentáveis e de longa duração.

By Stró

By Stró

ACHADO: As tradicionais boinas portuguesas, quentes e cheias de estilo, para a nova estação (37.50€).

Fora Sunglasses

Esta premiada linha de óculos de sol é um exemplo extremamente elegante de como uma cadeia de produção ética contribui para um resultado de alta qualidade. Os seus óculos de sol são feitos à mão em Portugal , com acetato italiano Mazzucchelli e lentes Carl Zeiss Vision. Mazzucchelli é a marca líder de mercado na produção de acetato e processa o que seriam resíduos de acetato, transformando-os em lentes escuras para óculos de sol para várias outras marcas.

Fora Sunglasses

Fora Sunglasses

ACHADO: O verdadeiramente único modelo Stranger em Pérola, que tem estado esgotado há já algum tempo (145€).
 2 – Embaixada Galeria Comercial
Praça do Príncipe Real, 26

Esta galeria comercial também se encontra situada num edifício icónico, o Palácio Ribeiro da Cunha, do século XIX, e é “a casa de uma série de marcas e artistas nacionais focados no design, artesanato, moda, gastronomia e cultura portuguesa.”. Aqui ficam algumas das marcas portuguesas e éticas que poderão encontrar na Embaixada:

Organii Bebé

Este é o lugar onde têm mesmo de ir se vos interessa a puericultura ecológica. Tudo o que uma pré-mamã, um bebê ou uma criança poderia precisar, mas numa versão melhor. Produtos verdes e orgânicos, opções vegan, acessórios provenientes de comércio justo certificado. Façam as vossas escolhas éticas nesta magnífica loja.

Organii Bebé

Organii Bebé

ACHADO: Este maravilhoso bálsamo para bebé Badger Balms fará qualquer bebé (ou mãe) feliz (7,20€).

Boa Safra

Aqui encontrarão uma atractiva seleção de produtos para a vossa casa ecológica. Um autêntico design verde para a casa dos vossos sonhos, onde é possível adquirir mobiliário minimalista, sustentável e produzido localmente, e peças decorativas completamente livres de qualquer culpa. A maioria das peças são de designers portugueses bem conhecidos.

Boa Safra

Boa Safra

ACHADO: O top de vendas Cabide de Parede Tree, um exemplo de design simples e funcional (53€).
 3 – Pelcor
Pátio do Tijolo

Uma marca inteiramente construída sobre um material muito português e muito original: pele de cortiça. Passeiem pela loja para encontrar acessórios de moda sustentáveis, produzidos com materiais ecológicos em fábricas locais, por uma organização que contribui activamente para a renovação das florestas de sobreiros portugueses. Os produtos da Pelcor são o resultado de um processo de produção lento, uma vez que terão de passar 20 a 25 anos antes da primeira cortiça poder ser removida de um sobreiro, um processo que só pode ser repetido a cada nove anos.

ACHADO: A clutch Bumblebee (98€) e a coleira mais trendy do mercado neste Outono (23€).
 4 – Atelier 1200
Travessa da Boa Hora, 30

Não conseguimos evitar: sentimos que esta é a casa d’ A MONTRA / THE WINDOW no Bairro Alto. Esta lindíssima loja alberga três dos talentos pertencentes à nossa rede de curadoria sustentável. No mesmo local, têm oportunidade de conhecer e adquirir peças da Mazurca handmade, da Oficina Shanti – Made in Travelling e da Oficina 166, como aquelas que se encontram na nossa loja online. Estas talentosas mulheres criaram produtos exclusivos utilizando técnicas artesanais. Em pequena escala e sem desperdício, utilizando têxteis maravilhosos, naturais e com origem em comércio justo. Durante a #VFNO2016 poderão ainda desfrutar da demonstração das técnicas utilizadas para produzir as suas peças únicas.

ACHADO: Malas da Mazurca (35€), sapatos da Shanti (34,9€) e caça-sonhos da Oficina 166 (sob consulta).
 5 – Skunkfunk
Rua Nova do Almada, 82-84

Por aqui somos frequentemente questionados sobre como é que uma antiga e grande empresa, com base no capital, pode, de repente, tornar-se consciente das suas responsabilidades éticas e trabalhar para alcançar um modelo de operação mais sustentável e justo. Bem, esta marca é um excelente exemplo disso mesmo, com resultados extremamente tangíveis. Das primeiras t-shirts vendidas em festivais de música na década de 90 para as mais de 700 lojas que hoje possui em todo o mundo, uma outra coisa também se tornou maior e mais séria: o seu compromisso para com a sustentabilidade. Desde 2004, a produção passou a ser realizada com fibras sustentáveis e agora é certificada pela norma líder mundial em critérios ambientais ao longo de toda a cadeia de abastecimento. A marca faz também parte do projeto Chetna Organic.

ACHADO: A coleção exclusiva sem desperdício! Um vestido custa aproximadamente 69,95€.
  // Menção honrosa – Näz
Praça do Rossio

Não poderíamos terminar este guia da Vogue Fashion Night Out 2016 em Lisboa sem mencionar a NäZ, atualmente a nossa marca de roupa portuguesa e verde favorita. A NäZ foi criada por uma designer de moda com uma preocupação clara com as pessoas e o ambiente. A Cristiana Costa descobre tecidos éticos e ecológicos, seleciona matéria prima reciclada e produz tudo de forma a não gerar desperdício. Podem encontrá-la na Praça do Rossio, mesmo em frente ao Teatro Nacional D. Maria II.

ACHADO: A sua nova coleção de casacos de lã australiana com botões feitos em papel reciclado (POR).
 // Dicas extra para compras éticas (ou para compras felizes, na verdade)

1 – Usem os transportes públicos.

2 – Comprem menos. Sabemos que não é bem isto que querem ouvir imediatamente antes de uma maratona de compras, mas, a sério, não há melhor forma de ser sustentável neste âmbito: sejam seletivos, comprem apenas aquilo que precisam ou que querem MESMO muito.

3 – Procurem artigos em segunda mão, reciclados, recicláveis ou reutilizáveis de alguma forma – o objetivo é produzir o mínimo de desperdício.

4 – Levem o vosso saco de compras e digam NÃO! a sacos de plástico.

5 – Se tiverem MESMO de se afastar deste percurso (sim, nós também faremos alguns desvios provavelmente) visitem as lojas marcadas com um ‘S’ nesta lista da VFNO, onde poderão comprar o saco que vos permitirá participar na campanha contra o bullying e discriminação de crianças da VFNO Solidária, em parceria com a Associação Princesa Azul.

6 – Comam algo saudável e leve antes de se juntarem a esta noite – ir às compras também pode contar como exercício físico.

7 – Deixem os saltos altos em casa.

8 – Utilizem uma carteira “à tira-colo” ao ombro, encurtando as alças, para mostrarem os vossos instintos de fashionista e estarem confortáveis ao mesmo tempo.

Aproveitem!

#VFNO2016

Este texto foi originalmente escrito em inglês. Clique aqui para ler a versão original.